quinta-feira, 20 de agosto de 2009

População nativa segue protestando contra barragens no Vale do Ribeira

Agosto 19th, 2009 mirakatu

http://mirakatu.wordpress.com/2009/08/19/populacao-nativa-segue-protestando-contra-barragens-no-vale-do-ribeira/

Na última 6ª feira, dia 14, cerca de 500 pessoas participaram de uma manifestação no pedágio da Régis Bittencourt na altura do município de Cajati, SP, para alertar a população dos perigos que cercam o Vale do Ribeira.

A Companhia Brasileira de Alumínio, CBA, do Grupo Votorantim, tem interesse em construir uma usina hidrelétrica no Rio Ribeira do Iguape, que corta o vale, para alimentar suas atividades mineradoras. Além disso, outras três usinas estão previstas no mesmo rio. Há, ainda, uma antiga disputa entre as regiões metropolitanas de São Paulo e Curitiba pela água da bacia do Ribeira do Iguape, o que se daria por meio de grandes transposições do recurso.

O Vale do Ribeira foi considerado Patrimônio Natural da Humanidade em 1999 pela Unesco. A região abriga uma importante diversidade biológica e cultural: 21% dos remanescentes de Mata Atlântica estão lá, protegidos ou não por unidades de conservação; além disso, são cerca de 80 comunidades caiçaras, mais de 50 quilombos e 10 aldeias guarani.

Esta população local, apesar da proximidade com grandes centros urbanos, prefere continuar morando no Vale. Há várias gerações que eles obtem o necessário para seu sustento sem destruir ou esgotar os recursos naturais da região. Seus saberes tradicionais, aliados a projetos institucionais de uso sustentável desses recursos, prometem se constituir em mais um exemplo de que uma forma de desenvolvimento não predatória é viável. E tudo isso nas regiões sudeste e sul do país, tidas por muitos como totalmente urbanizadas.

No site do ISA vocês encontrarão um link para a “Campanha contra barranges no Ribeira” que disponibiliza informações históricas e atuais sobre a diversidade sócio-ambiental do Vale. Quem quiser pode consultar também o blog Terra Sim Barragem Não, organizado por alguns movimentos sociais envolvidos na campanha.

Um comentário:

Delta 9 disse...

É isso aí pessoal! Continuamos na luta! Colocarei um link para o blog de vocês no Mirakatu!
Abraços, Ivã.